maquiagem0

A minha make nada que é de fato uma make nada

Muitas de vocês devem ter se deparado com tutoriais de “make nada” que levam meia hora para ficar prontos e levam quinze produtos diferentes, não é mesmo?

Pois é, eu já caí nessa roubada. Já achei que precisava de vários produtos diferentes para seguir os tutoriais das blogueiras. E é por isso que eu trago esse post. Muita gente elogia minhas maquiagens, mas nem imagina que o segredo dela está no cuidado com a pele.

Nessa foto acima, por exemplo, usei apenas corretivo, pó translúcido, lápis bege, pasta de sobrancelhas, máscara de cílios e batom. Não tem base, não tem iluminador, não tem blush. O glow e o corado são da minha pele mesmo, e é muito mais saudável se acostumar a andar assim a passar quilos de reboco na cara.

Os produtos usados acima são esses:

maquiagem2

Corretivo Studio Finish MAC

O meu Studio Finish é essa paletinha bem útil, mas é a mesma fórmula do corretivo em pote. Consigo usar tanto o NC20 quanto o NW20, sendo o NC20 mais a cor da minha pele e o NW20 um rosado que neutraliza o tom da olheira. Os outros tons eu uso quando faço uma maquiagem mais elaborada com todo aquele negócio de iluminação e blablabla. Mas querem saber a verdade? Aquela quantidade toda de milhares de corretivos não é necessária. É muito mais seguro fazer camadas finas e construí-las de acordo com a sua necessidade. Dá um resultado mais natural e menos argamassa.

Se você não quiser gastar tanto, o corretivo em pasta da Quem disse, Berenice? tem um efeito muito similar, sendo inclusive mais sequinho que este. Como minha pele é de normal a seca, prefiro o da MAC por ser mais emoliente.

Pó translúcido HD Vult

Esse pó da Vult é o queridinho de muitas pessoas, tanto o compacto quanto o translúcido. Eu nunca usei o compacto, mas o translúcido é bom. Ele é mais rosadinho, então some fácil mesmo em peles mais morenas. Nunca me deu problema de estourar no flash e dá um acabamento mais natural que o compacto. Usei apenas para selar o corretivo.

Lápis High Brow Benefit

Sabe aquele passo “frescura que faz toda a diferença”? É o lápis bege na linha d’água. Acho que deixa qualquer um com cara de mais acordado e descansado. Você pode usar o lápis Perfect Up da Vult, que tem a mesma função e é muito mais barato que esse. Ambos duram muito na linha d’água. Eu mesma, se precisar comprar de novo, optarei pelo Vult sem pensar duas vezes.

Pasta de Sobrancelhas Ka-Brow! Benefit

Esse é o produto de maquiagem com a embalagem mais maravilhosa que eu tenho. E o conteúdo também não deixa atrás: adoro a possibilidade de deixar minha sobrancelha bem definida, mas com aspecto natural. O pincel que vem dentro é bom de verdade, o que é raro nesse tipo de produto. A desvantagem é custar muitos dinheiros (129 reais), mas a Maybelline tem um lápis de sobrancelha gordinho que é minha opção do dia a dia.

Máscara de cílios Extra Volume Make B

Essa máscara de cílios foi roubada da minha mãe, que não se deu bem com o aplicador de silicone dela. É uma máscara maravilhosa, inclusive, o efeito dela nos meus cílios é quase igual ao da Roller Lash da Benefit, a melhor máscara que já usei na vida. A minha está quase acabando, mas não pretendo repor pelo preço salgado (75 reais).

Batom True Red Panvel

O produto mais acessível desses da lista. Paguei aproximadamente 7 reais nesse batom, que é um dos meus favoritos. Essa cor True Red é bem leve, não espere cobertura dela. É como se fosse um híbrido de lip balm com cor e batom. Essa corzinha de saúde é justamente a responsável pelo meu vício posterior em batom vermelho. Recomendo para quem ainda está com medo de ousar.

Outros produtos que eu também gosto de usar nessa mesma natural vibe:

maquiagem3

Tendertalk Lip Balm MAC

Este é um lip balm com cor. Custou 89 dinheiros, o que é um absurdo, mas é a coisa mais hidratante que já usei nos meus lábios e a única que me salvou na secura do cerrado brasiliense. Eu compraria de novo. Chorando, claro, mas compraria. Pretendo testar outros lip balms que prometem ser mega hidratantes, depois conto o que achei deles.

Delineador Marrom Maybelline

Nada de mais a declarar. Um delineador marrom, barato, desses de pincel. Não é à prova d’água, então é bom para o dia a dia. A embalagem é que me desagrada um pouco por ser frágil, mas acho que paguei apenas 20 reais e é até bem pigmentado.

Máscara de cílios Roller Lash Benefit

A máscara amor da minha vida. Rende bastante, deixa os cílios curvados, alongados e até com um pouquinho de volume (o suficiente para me agradar). Não é à prova d’água e é bem fácil de tirar, ao contrário da They’re Real que é um parto para tirar e ainda escorre.

Blush Blushbaby MAC

Você precisa investir tanto em um blush? Sejamos sinceros, não. Um blush barato vai fazer o mesmo serviço. O diferencial, porém, é essa cor Blushbaby. Ela é exatamente do tom que eu fico corada, sem contar que é bem suave e não fica chinelada nem se você se empolgar muito. Eu uso quase todos os dias esse blush há mais de um ano e nem sinal de ele afundar. Isso se dá à qualidade dos produtos em pó MAC, que não esfarelam de jeito nenhum. Geralmente um blush mais barato esfarela bastante, e nisso, você já perde produto que daria mais umas duas aplicações.

E é isso. Parece uma lista bem extensa de produtos, mas se você for pensar, a pasta de sobrancelhas é dispensável para quem tem uma sobrancelha cheia. O lápis bege é mais um charminho extra. O pó é dispensável se seu corretivo for bem sequinho. Dessa forma, o trio corretivo + rímel + batom é a minha recomendação para a maquiagem do dia a dia.

Vamos falar de beleza, mas também falar sobre consumo consciente! <3
Beijos!