Minha wishlist de coisas caras

Oláaaaa! Estou de volta!

Jogando no search do blog, você pode encontrar as minhas wishlists antigas. E, para a minha surpresa, eu consegui adquirir a maioria dos itens das minhas wishlists! Eu não lembrava disso e confesso que estou muito feliz de perceber que consegui juntar meu dinheiro e realizar pequenos sonhos que achava impossíveis.

A wishlist atual é de itens de tecnologia (inclusive abri uma categoria nova pra falar sobre o assunto por aqui!!), principalmente porque ter finalmente um celular bom me deixou empolgada com o assunto. haha

Apple Watch Series 4 40mm Rose Gold

O Apple Watch é aquele tipo de produto supérfluo que você fica viciado e depois não vive mais sem. Pelo menos, foi assim que eu me senti com a compra da minha Apple TV. Tá, minha tv não era smart, o que justifica a compra de um aparelho assim, mas… “Por que não o Chromecast que era mais barato?” Eu pessoalmente não quis comprar o aparelho da Google porque ele é apenas um “repetidor” da tela do seu celular. O Apple TV possui armazenamento próprio, então eu não dependo de estar mexendo em um celular para assistir as coisas que eu quero na minha TV. Ah, mas é claro que, sendo usuário de outros produtos da Apple, a experiência de mexer no Apple TV é uma delícia. A minha Apple TV é a de 3ª geração, então ela não permite downloads de apps como na 4ª. 🙁 Mas comprei de segunda mão, em perfeito estado, no Mercado Livre.

Sobre o Apple Watch, o que me atraiu nele foi a possibilidade de me incentivar mais a ser fitness, o que é muito muito difícil. Não vou mentir, quando o vi pela primeira vez, pensei “mas ninguém no Brasil vai poder usar isso, é um chamado pra ser roubado”. E isso de cara já tirou meu interesse no negócio. Mas eu também pensava isso da Pandora, e atualmente tenho duas pulseiras da marca. Acho que peguei gosto pelo luxury lifestyle. kkkkk

iPad 6ª geração 128GB Gold

O meu primeiríssimo produto da Apple foi um iPad! Isso é um pouco incomum para compradores da marca, geralmente as pessoas começam pelo iPhone (ou então começavam pelo falecido iPod). Só que o meu era de primeira geração, que não tinha câmera e logo perdeu o suporte lá pelo iOS 5. Eu amava muito o meu iPad, ele me fazia companhia do Netflix na cama aos vídeos de receitas na cozinha, passando pela leitura de PDFs e coisas da universidade. Mas, quando comprei o Kindle, abandonei a leitura de livros nele, que era uma das coisas que eu mais fazia, e ele ficou encostado.

Eu achei que nunca mais iria querer comprar um iPad, porque o preço não compensava mais, mas essa sexta geração tá com um preço super praticável e a chama do iPad ascendeu novamente ao meu coração. Agora eu quero muito um desses, até porque o iOS agora conta com uma barrinha de tarefas super semelhante ao macOS! Para os que querem se aventurar no desenho, tem a Smart Pencil à parte, que custa uma pequena fortuna. rs

Canon EOS Rebel SL2

É assim, MEU SONHO GRANDÃO, há muito tempo, comprar uma câmera DSLR. Eu adoro fotografia, mas nunca tive um equipamento pra praticar mesmo, sabe? E além disso, uma câmera me possibilitaria gravar vídeos daora para o Youtube e fazer um Instagram melhor. Eu escolhi essa, a SL2, porque o preço dela é surpreendentemente baixo para uma câmera da categoria. Ela custa a mesma coisa que a T7, que não tem o visor flip, e conta com basicamente as mesmas coisas da T7i custando mil reais a menos. SONHO!

Agora é fazer um círculo de oração pra que eu consiga comprar todas essas caríssimas coisas. Enfim, sonhar não custa nada, né?

Quais são os seus maiores sonhos de tecnologia?

Porque eu sumi + minha história com o iPhone

Olá! Se você clicou nesse link, primeiramente eu gostaria de te agradecer muito por ficar do meu lado até hoje! De verdade! Espero que, com o passar dos dias, eu aprimore esse blog e a sua experiência de leitura seja a melhor possível.

Não querendo justificar o injustificável mas já justificando, trazer conteúdo para o meu blog (e o meu canal do Youtube também… Se você não conhece, aguarde novidades :p) era uma tarefa muito difícil. Isso porque o meu celular, desde o início de 2016, era um modesto iPhone SE de 16 GB. Ou, como eu gosto de dizer, o maior erro da minha vida. Bonitinho, mas ordinário.

iPhone 4S iPhone SE

Tá, eu confesso que dei uma bela exagerada. Nós fomos muito felizes durante esses três anos juntos. O meu celular anterior era um iPhone 4S, também de 16 GB, e que tinha me servido muito bem durante cinco anos (!!!). Tivemos que nos despedir porque a bateria dele já estava muito capenga. Mas esse iPhone 4S foi uma das coisas mais legais que eu já adquiri na minha vida. Final de 2011, eu tinha apenas 15 anos e comprei meu primeiríssimo smartphone com anos de economia de mesada. Daqueles feitos que fazem você sentir orgulho de você mesma. kkk

O problema foi no “upgrade” entre esses dois aparelhos que foi basicamente… a aparência. Troquei um preto por um rose gold bem bonitinho. Mas a capacidade de gigabytes se manteve. Para 2011, 16 GB eram mais que suficientes. Para o celular de 2016, começou bem… e acabou tudo em um imenso pesadelo. Só o sistema operacional iOS estava beirando os 10 GB. Ou seja: sobrando menos de 6 GB para eu armazenar fotos, aplicativos e tudo mais que eu precisasse. A câmera do iPhone SE é maravilhosa (se não me engano, a mesma do iPhone 6S), a portabilidade também (eu pessoalmente amava esses celulares pequenos), mas eu errei muito em comprar a versão com menor armazenamento.

Enfim, toda essa minha história de superação para anunciar, com alegria e com pesar no bolso, que eu finalmente troquei meu celular!!

iPhone XR

Este é meu novo celular, um iPhone XR de 256GB. DUZENTOS E CINQUENTA E SEIS GIGA!! Claramente temos aqui uma compradora pistola. Espero que esse novo celular dure uns 10 anos, até porque não foi nada barato. HAHAHA

Quanto a cor, eu não escolhi a cor Coral. Para falar a verdade, achei ela meio feia quando vi. Eu e muitas outras pessoas, pois só comprei um celular com essa capacidade de armazenamento porque ele saiu pelo preço de um de 128GB (a opção que eu ia comprar) nas Casas Bahia. Muitos outros compradores rejeitaram o pobre do celular Coral e ele estava com um super desconto. Driblei isso com uma capinha cor de rosa e o celular está lindo e rosinha e a minha cara de novo. Pena é não poder usar uma capinha com detalhes transparentes sem ela ficar escandalosamente laranja. kkkkkk

Uma das coisas que me tornava muito resistente aos novos celulares é o tamanho da tela. Os celulares de hoje em dia estão cada vez maiores, e isso compromete muito a portabilidade (colocar no bolso, por exemplo, não é uma opção). Antes do meu primeiro celular, eu já era uma usuária de iPad (infelizmente não sou mais pois o meu ficou defasado e não tenho mais dinheiro para comprar outro), então toda essa parte de joguinhos e vídeos e leituras de PDFs era canalizada para um aparelho específico. Agora que eu não tenho mais esse “apoio” de outro aparelho, realmente, tenho notado que a tela grande é bem mais confortável quando quero assistir Youtube deitada na cama, por exemplo.

Quanto aos PDFs, o Kindle foi um dos grandes motivos de eu ter abandonado meu iPad, e você pode conferir o que eu acho dele clicando aqui. Mas já adianto algo que eu não disse nesse post: a tecnologia da tela do Kindle não cansa os olhos, por não emitir luz, tornando-a muito melhor que o iPad se o seu intuito é ler livros. A desvantagem é que ele serve apenas para livros sem gravuras, então leitores ávidos de HQs e mangás podem se beneficiar mais da compra de um tablet.

É isso, galera. Novos eletrônicos, mais capacidade de produzir, aguardem posts aqui no blog e no canal. E por favor, cobrem bastante de mim para que eu produza esse conteúdo! haha

Beijos!

Meus dois investimentos do ano: Instax Mini 8 e Kindle Paperwhite

Para quem me segue no Instagram (se você não segue, faça esse favor a si mesmo), não é novidade que eu fiz duas compras muito legais. Nenhuma das duas é novidade, ambos são aparelhos que circulam há bastante tempo no mercado, mas só agora tive a$ oportunidade$ de adquirí-los. Estou falando da Instax Mini 8 e do Kindle Paperwhite!

Instax Mini 8

A Instax é uma câmera instantânea da Fujifilm, concorrente direta da Polaroid. Em tempos de social media, Instagrams perfeitamente simétricos e cuidadosamente pensados e fotos que duram apenas enquanto dão curtidas, uma câmera analógica fazer tanto sucesso chega a ser espantoso. De fato, ela não é nem nunca será a primeira escolha de quem pensa em técnicas elaboradas de fotografia profissional ou selfies para postar no Facebook. A proposta é guardar consigo lembranças marcantes (por isso as fotos são tão portáteis que cabem na carteira). O que desanima, infelizmente, é o preço dos filmes: um pacotinho com 10 poses custa cerca de 40 a 50 reais.

Uma coisa legal é que, dependendo do filme, a bordinha das fotos também muda: olha só a diferença do pacote tradicional para o pacote arco-íris!

Eu adquiri a minha no site do Submarino, que costuma ter promoções boas e frete grátis.

Kindle Paperwhite

Depois de tantas fotos fofas falando sobre a minha Instax, o Kindle pode até ficar ofuscadinho nesse post, mas a verdade é que ele foi uma das melhores coisas que me aconteceu. Na minha opinião, um e-reader é um dos melhores investimentos que você pode fazer a si mesmo. Muita gente pode até discordar e tentar argumentar que livros em papel são melhores, mas já foi comprovado que o leitor digital não substituiu e nem substituirá os livros físicos. Aliás, nem é esse o propósito dele.

Eu costumo usar muito o meu Kindle para ler livros que eu não pretendo guardar numa biblioteca física. Infelizmente, o nosso espaço está cada vez mais limitado, e é muito importante repensar o nosso consumo de tudo, inclusive de livros. Pode parecer muito glamouroso e incrível uma estante abarrotada de volumes, mas além de gastar papel desnecessariamente, isso pode tomar o espaço que seria destinado a obras que você pretende consultar e levar consigo para a vida inteira.

A minha capinha do Kindle na verdade não é do Kindle! Eu comprei na loja física da Saraiva.

Lembrando que o foco do post não é convencer vocês a comprá-los (na verdade, acho que os próprios itens se garantem nesse quesito), nem mostrar especificações técnicas. Muita gente já fez esse tipo de post, mas se a demanda popular pedir, eu posso fazê-los também. 😉

Abraços!